Saiba o que é catabolismo e como evitá-lo

The Perfect male body - Awesome bodybuilder posing with dumbbells

Uma das palavras que mais assusta quem pratica atividade física  moderada ou intensa é catabolismo. Muito se fala e se especula sobre este estado metabólico, mas pouco realmente se faz para evitá-lo, já que muitos praticantes e até profissionais não sabem ao certo o que é o catabolismo. Venha, leia o texto e saiba o que é catabolismo e como evitá-lo.

Catabolismo versus anabolismo: qual a diferença?

O catabolismo e o anabolismo são duas situações metabólicas completamente opostas. O catabolismo é relacionado a produção de energia para o organismo através da degradação de substratos energéticos como os carboidratos, os ácidos graxos e as proteínas. Esta situação metabólica é a responsável por aumentar o gasto calórico de maneira eficiente, independente do objetivo final ou das consequências. O corpo humano pode sofrer várias influências internas ou externas que atuam diretamente no catabolismo metabólico como ações hormonais, presença de doenças, alterações na alimentação ou a prática de alguma atividade física.

Já o anabolismo é o inverso do catabolismo. Em vez de aumentar a degradação de moléculas para a produção de energia, ele  é responsável por aumentar a síntese de novos tecidos, hormônios e ácidos graxos no organismo. Apesar de também consumir um pouco de energia para construir novas estruturas, seu objetivo final é reparar quebras e perdas corporais que ocorrem ao longo do dia. É neste processo que ocorre a síntese de proteínas responsável pelo aumento de massa muscular. O quadro de anabolismo celular também é controlado por vários fatores endógenos e exógenos, sofrendo influência da qualidade da alimentação, prática de atividades físicas e efeitos hormonais.

Quando alcançamos um estágio catabólico?

Entramos em estágio catabólico, ou em catabolismo, quando estamos produzindo energia através de nossas reservas corporais. O catabolismo, portanto, acontece durante uma prática de atividade física (já que estamos gastando reservas calóricas), ou quando comemos menos do que precisamos (exigindo que nosso organismo busque energias de reservas corporais) e até mesmo quando estamos doentes. Qualquer processo metabólico que exija produção de energia, ou queima de calorias, pode ser considerado um quadro catabólico, por este motivo nem sempre o catabolismo é prejudicial. Esta situação só se torna prejudicial quando o organismo utiliza estruturas corporais, como as proteínas, para produzir energia, na falta de um substrato mais rápido e eficiente.

O que é preciso fazer para evitar o catabolismo prejudicial a saúde?

Para evitar que o catabolismo energético seja prejudicial à sua saúde é preciso que você encontre um equilíbrio entre a sua prática de atividades físicas, seu consumo de carboidratos, proteínas e lipídios e que você esteja longe de doenças mais graves. Por este motivo é importante obedecer a quantidade e a intensidade de exercícios físicos prescritos por seu treinador, e também que você se alimente de maneira adequada para suprir as necessidades calóricas de sua atividade física. Só evita se o catabolismo proteico (que é o que preocupa a grande maioria dos praticantes de atividades físicas) quando o organismo tem energia o suficiente para queimar, sem precisar gastar a proteína muscular para cobrir algum déficit energético do corpo.

Usar suplementos pode ajudar a evitar o catabolismo muscular?

Na grande maioria das vezes a utilização de algum suplemento alimentar é feita para suprir necessidades nutricionais que a nossa alimentação não consegue cumprir. Para praticantes de atividade física, especificamente, os suplementos são importantes coadjuvantes da alimentação, ajudando a fornecer quantidades maiores de energia, proteínas, nutrientes e lipídios quando a demanda do organismo está aumentada. Portanto, se pensarmos que os suplementos estão oferecendo a energia que faltava ao organismo, especialmente durante uma atividade física, então eles ajudam sim a evitar o catabolismo muscular.

O catabolismo pode ajudar a eliminar gordura?

Como explicamos no início do texto, o catabolismo é o nome dado para qualquer processo corporal que envolva a degradação de estruturas moleculares em função da produção de energia. Por este motivo, a queima de reservas adiposas, que também produz energia, é um tipo de processo catabólico, e pode ajudar a reduzir a gordura corporal. Vale relembrar que este catabolismo só é realizado quando há um equilíbrio entre a prática de atividades físicas e uma alimentação equilibrada. Na dúvida não hesite em consultar um nutricionista!

Você entendeu agora o que significa a palavra catabolismo? Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Quer saber se seu organismo está catabolizando as reservas erradas? Entre em contato com a gente no espaço abaixo para conversarmos mais sobre este assunto!